Pãodaria em Fazendas de Almeirim

Cláudia Silva abriu a Pãodaria, na Freguesia de Fazendas de Almeirim, sob o mote: “Pão à moda antiga!”. Este estabelecimento está ao lado do balcão da Caixa de Crédito Agrícola da freguesia. O objetivo da empresária é a criação de postos de trabalho, direcionado para trabalhar com e para as pessoas da terra.

Quando abriu a “Pãodaria” e porquê?
Abriu no início do verão com o objectivo de colmatar uma lacuna que existia no mercado em Fazendas, que era de estabelecimentos em que o produto principal fosse o pão. Há muitas pastelarias que vendem pão, mas não o contrário, assim sendo, decidi ser uma empreendedora de mão cheia, permitindo que fossem criados postos de trabalho.

Porquê Fazendas de Almeirim?
Devido à proximidade e por ser um mercado que tem sido algo negligenciado. Ao contrário do que se possa pensar, não é tão rural. Os tempos mudam, e este conceito fazia falta naquela localidade. As pessoas das Fazendas já mereciam um espaço assim.

Já tinha experiência no ramo?
Sim, já tinha acabado de fazer formação específica na área alimentar e achei por bem avançar com este projeto.

Porquê o nome “Pãodaria”?
Porque era o nome que identificava o principal produto da casa e o objectivo é que a loja fosse conhecida por ser uma padaria e não uma pastelaria. Achei por bem que tivesse no nome a palavra pão.

Foi criação de emprego próprio?
O meu principal objetivo foi a criação de postos de trabalho em que a prioridade era trabalhar com e para as pessoas da terra. Nos tempos que correm, é preciso ânimo, empreendedorismo e é necessário que haja mais pessoas com esta atitude. Quis implementar um conceito inovador que é vender produtos de primeira necessidade a preços muito em conta pois é óbvio a qualidade não tem de ser cara.

Como está a correr desde a abertura de portas?
Está dentro das expectativas, apesar de ser ainda muito cedo para ter certezas visto que ainda agora está a começar. Mas estamos muito confiantes!

Qual pensa ser o segredo para fidelizar um cliente?
Assumir que os clientes são o centro da minha atividade e é para eles que trabalhamos. Sem eles não poderíamos estar cá!

Projetos param o futuro?
Continuar e melhorar o trabalho que tem vindo a ser feito, de preferência com crescimento, de resto cá estamos para trabalhar!

Gostaria de acrescentar algo?
Pretendo só acrescentar um agradecimento às pessoas das Fazendas de Almeirim que tão bem nos receberam e é a pensar nelas que vamos continuar a trabalhar. Tem sido um gosto estar naquela localidade (visto eu ser de Santarém, que é um mercado diferente) e a adesão aos nossos serviços não poderia ser melhor.
Horários e contactos
R. Dr. Guilherme Nunes Godinho, Fazendas de Almeirim (Junto à Caixa de Crédito agrícola).
2ª a 6ª das 6H ás 20H
Sábados e Domingos: 6H ás 14H
Tel: 243 596 371

.