Os agricultores e os produtos Fitofarmacêuticos

Almeirim é uma cidade de cariz agrícola, em que muitos habitantes possuem suas terras, umas de maiores dimensões, outras menores, muitas delas sendo o sustento de famílias e passando de geração em geração. Havendo grandes agricultores que cultivam hectares e hectares de terras para comercialização, mas também os pequenos agricultores, que possuem uma horta nos “quintais” de suas casas, sem grandes regras, nem obedecendo aos condicionantes agrícolas, semeando e plantando produtos para consumo caseiro.

Sabemos que uma boa parte da população do nosso concelho faz a sua agricultura à sua maneira, mas com o evoluir dos tempos e as exigências do mercado, a área agrícola tornou-se muito competitiva e com o crescimento neste sector económico surgem novas regras que se aplicam a todos os agricultores em geral. Como a Lei nrº 26/2013 de 11 de abril, que entrou em vigor no dia 26 de novembro de 2015 e impossibilita a utilização de pesticidas por agricultores não certificados. Esta Lei ao obrigar os cidadãos que usam produtos fitofarmacêuticos a frequentarem ações de formação sobre o tema tomando conhecimento de todas as  regras necessárias para a aplicação dos mesmos, pode ser útil no sentido de dar a conhecer a muitos o que a “Proteção Integrada” que visa a avaliação ponderada de todos os métodos disponíveis de proteção de culturas e medidas adequadas para diminuir o uso de produtos nocivos, minimizando os riscos para a saúde humana e ambiental, bem como a “Agricultura Suntentável” que tem como principais objetivos a conservação do meio ambiente, unidades agrícolas lucrativas, e a criação de comunidades agrícolas prósperas.

Estes objetivos têm sido definidos de acordo com diversas filosofias, práticas e políticas, tanto sob o ponto de vista do agricultor como do consumidor, de forma a tornar todos os produtos menos nocivos. Para cidadãos que tenham o seu cultivo para consumo caseiro, será uma oportunidade de conhecer melhor métodos sustentáveis de proteger as suas culturas tornando-as mais saudáveis e menos nocivas para o meio ambiente.

.