José Sousa Gomes morreu há um ano

O antigo Presidente da Câmara Municipal de Almeirim, Sousa Gomes, morreu a 19 de janeiro de 2016 em Lisboa, cerca das 3h00 da madrugada, com 75 anos de idade, devido a doença oncológica.

José Joaquim Gameiro Sousa Gomes, nasceu em Almeirim, em 1940. Filho de professor de Fazendas de Almeirim, estudou nos pupilos do exército, contabilidade, cumpriu serviço militar, em Angola e foi professor do ensino secundário até 1989 na Escola Ginestal Machado em Santarém, chegando a ser presidente do conselho diretivo.

A sua carreira de professor acabou com a eleição, nessa data, para a Câmara de Almeirim. Ganhou a sua primeira eleição a uma lista de independentes chefiada pelo presidente da Câmara de então Alfredo Calado. Geriu a câmara em parceria com a lista que perdeu, chamando para o executivo Carlos Mota que o acompanhou noutros mandatos, já então eleito pelo Partido Socialista. Liderou a Câmara até à última eleição quando foi afastado por imposição legal da limitação de mandatos. Foi, o autarca que, em Almeirim, mais tempo esteve no cargo. Foi durante os seus mandatos que as grandes obras foram executadas: as redes de esgotos de Fazendas de Almeirim, de Benfica do Ribatejo, a remodelação das redes de abastecimento de águas, as ETAR´s de Almeirim e Fazendas de Almeirim, de Benfica do Ribatejo, da Tapada e da Azeitada, o parque urbano da zona norte de Almeirim, o cine-teatro, as piscinas municipais, o estádio municipal, o arrelvamento dos vários campos de futebol do concelho, a extensão de saúde de Paço dos Negros, as estradas rurais, a circular urbana e até as casas mortuárias.

Dizem as pessoas próximas que era disciplinado, chegando sempre cedo, promotor de compromissos facto reconhecido pelos seus pares que o elegeram para presidente da associação de municípios – CIMLT, da empresa das Águas do Ribatejo e da empresas dos Resíduos. Considerado também bom gestor, Sousa Goes conseguiu sempre financiamentos que lhe permitiram manter a Câmara sempre com uma boa saúde financeira apesar dos enormes investimentos. Era casado, tinha duas filhas e dois netos.

O autarca terminou funções, como Presidente, por limitação de mandatos em 2013, mas promoveu várias obras no concelho tais como equipamentos desportivos, espaços de cultura, escolas, entre outros. Dedicado à causa pública Sousa Gomes foi também Presidente da Águas do Ribatejo, da CIMLT, da Distrital do PS Santarém e dirigente de várias associações, instituições e coletividades de Almeirim.

Chegou a dizer depois das eleições de setembro de 2013 que “as pessoas o iam esquecer rapidamente”.

.