Não há soluções, há caminhos: 14 maio

É bom desconfiar de sonhos e visões e evitar as interpretações rápidas e fáceis. Quem sabe? Mas há visões e visões, porque é que algumas levaram o homem a transformar-se e a transformar o mundo para melhor, enquanto outras se mostraram meras fantasias, sem consequências positivas. Os frutos são a grande diferença. E pelos frutos conhecemos as árvores.
Vasco P. Magalhães, sj

.