Da esquerda para a direita: Mamarracho

Foi recentemente conhecido o projeto de requalificação do Jardim da República.
1. O Jardim da República foi intervencionado em 2005, aquando da requalificação do Cine Teatro. Num tão curto espaço de tempo, outra intervenção de fundo confirma a avaliação da CDU sobre a governação do PS: governa-se para as próximas eleições, não para as próximas gerações!

2. O espaço tem características do início do séc. XX, nomeadamente os bancos e o gradeamento.A retirada deste último implicará um risco,considerando que este jardim confina com duas estradas muito movimentadas.

3. O projeto prevê o abate de algumas árvores. Como esta câmara é “alérgica” à árvore! As árvores levam anos a crescer, e associando isto ao facto de termos poucas árvores em bom estado na cidade, deve ser evitado, a todo o custo, o seu corte. Mais uma vez, o betão é a opção!

4. Por fim, a construção de um pórtico com 27 metros de altura (!) completamente descontextualizado, a imitar o antigo Paço de Almeirim, constitui uma autêntica aberração, desqualificando um espaço com o qual os Almeirinenses se identificam. A autarquia é proprietária do Paço Real da Ribeira de Muge, que se degrada a olhos vistos e no qual não investe absolutamente nada. Existe uma estrutura do Paço de Almeirim bem perto do Jardim da República, completamente desprezada, e agora, para recuperar a memória de Almeirim do séc. XVI cria-se um mamarracho num dos melhores espaços verdes da cidade.
Esta é mais uma obra cujo único objetivo é promover a gestão PS, que de requalificação e defesa do espaço público e da identidade almeirinense,nada tem!

 

Samuel Tomé – CDU Almeirim

.