Greve dos enfermeiros afeta utentes do Centro de Saúde de Almeirim

A greve dos enfermeiros, que começou na passada segunda-feira e se vai estender até o dia 17 de agosto, está a afetar o normal funcionamento do Centro de Saúde de Almeirim.

Segundo apurou O Almeirinense apenas estão a ser assegurados os serviços mínimos nas urgências e nas consultas já anteriormente agendadas.

Segundo os dados avançados pela FENSE, que integra o Sindicato Independente Profissionais de Enfermagem (SIPE) e o Sindicato dos Enfermeiros (SE), a adesão dos profissionais à greve nos centro de saúde da região está na ordem dos 94%.

Esta greve dos enfermeiros visa exigir a conclusão da negociação do Acordo Coletivo de Trabalho entregue pelos sindicatos em 16 de agosto de 2016.

Os enfermeiros pretendem igualmente que seja criada uma carreira especial de enfermagem que integre a categoria de enfermeiro especialista e reclamam também o descongelamento da carreira, lembrando que o Estado deve aos Enfermeiros 13 anos, 7 meses e 25 dias nas progressões, e a revisão das tabelas remuneratórias.

.