Não há soluções, há caminhos: 14 setembro

É diferente a espera e a esperança. Se estou à espera do comboio que não chega, digo a mim mesmo: “tem paciência, espera”. Mas também oiço uma voz cá dentro que diz: “tem esperança”; isto é, mesmo que o comboio não chegue podes crescer com esta situação, podes tirar partido dela e até inventar outra saída. A espera é de coisas materiais. A esperança abre horizontes e dá sentido ao que nos acontece.

Vasco P. Magalhães, sj

.