Concelho de Almeirim dos que mais empresas criaram na região em agosto

A análise mensal da criação de empresas da NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, verificou que o concelho de Almeirim foi dos mais destacados no mês de agosto com a criação de oito novas sociedades, dando o segundo lugar no ranking a par de Ourém e só ultrapassado pelo concelho de Santarém.

A NERSANT tem vindo a analisar mensalmente a criação de empresas por concelho no distrito de Santarém, tendo verificado ao longo do presente ano, que o concelho de Santarém tem assumido claro destaque neste ranking. O mês de agosto não foi exceção, com este território a criar mais do dobro das empresas criadas pelos concelhos classificados em segundo lugar.

De facto, desde o início do presente ano que o concelho de Santarém se têm evidenciado na criação de empresas, tendo ocupado todos os meses – com exceção do mês de março – o 1.º lugar no pódio.

O mês de agosto não foi exceção, mas com uma atenuante: o concelho de Santarém não só voltou a ser o campeão no que à criação de empresas diz respeito, como mais do que duplicou o número de empresas criadas pelos concelhos empatados em segundo lugar – Almeirim e Ourém – este último também já habitual no pódio neste ranking de criação de empresas.

Vamos a números: durante o mês de agosto foram criadas, no total, 75 empresas, tendo 17 delas sede no concelho de Santarém. Almeirim e Ourém surgem empatados no segundo lugar do pódio, com a criação de 8 sociedades cada um, seguindo-se, em terceiro lugar, os concelhos do Entroncamento e Torres Novas, com a criação de 7 sociedades em cada um dos territórios.

Benavente e Salvaterra de Magos surgem logo de seguida na tabela, com a criação de 6 e 5 sociedades em agosto, respetivamente. Seguem-se os concelhos de Cartaxo e Rio Maior, com a criação de 4 sociedades cada um. Logo de seguida aparece Tomar, com a criação de duas empresas.

Os concelhos de Abrantes, Alcanena, Alpiarça, Chamusca, Coruche, Sardoal, e Vila Nova da Barquinha criaram apenas, em agosto, uma sociedade. Constância, Ferreira do Zêzere, Golegã e Mação não criaram, no período analisado, qualquer sociedade.

Das 75 sociedades criadas em agosto no distrito, destaque para a área de Manutenção e Reparação de Veículos Automóveis (8), Atividades de programação informática (4), e Atividades dos serviços relacionados com a silvicultura e exploração florestal (3), Construção de edifícios (residenciais e não residenciais) (3), Restaurantes (3) e Arrendamento de bens imobiliários (3).