“Estou feliz por ganhar aqui num dérbi difícil”, diz Mário Nelson

O U. Almeirim ganhou o primeiro dérbi da temporada 2018/2019 e logo na casa do eterno rival. 3-0 foi o resultado final do jogo realizado no passado domingo, em Fazendas de Almeirim.

Em declarações a O Almeirinense, Mário Nelson diz que “foi um resultado bom, fizemos três pontos, que era o que nos pretendíamos para este jogo e acho que é o mais importante a tirar deste jogo, três pontos num campo difícil, contra uma boa equipa. Mas satisfeitíssimo com a competência dos nossos jogadores, pela atitude, pelo foco, pela concentração em momentos adversos e acho que fomos bastantes superiores à equipa do Fazendense e é como digo orgulho me nos meus jogadores, eles trabalham, são humildes, respeitam todos os adversários e então merecem mais esta vitória e acho que estão no caminho certo, como disse, perante muitas adversidades, perante alguns momentos do jogo que nos quiseram empurrar para trás, claramente, e os meus jogadores foram muito competentes e acho que esta na hora das pessoas respeitarem quem trabalha e quem anda nisto de forma seria, porque isto que aconteceu aqui hoje foi mais uma demonstração de carater dos jogadores da União de Almeirim e acima de tudo os jogadores da União de Almeirim.” 

Mário Nelson regressou no domingo a uma casa que conhece e reconhece que “o primeiro sentimento que tenho em relação ao Fazendense é um respeito enorme, um carinho enorme pelo clube, porque sempre me trataram bem, tenho uma relação de amizade com o Presidente do Fazendense e nunca fui maltratado no Fazendense, esse é o primeiro sentimento que tenho. Agora pelo outro lado aquilo que me compete como treinador é ganhar, e é claro que estou feliz pela vitória, é claro que festejei a vitoria porque eu sou um treinador que não concordo que porque nós estamos do outro lado e não se deve festejar porque isso é desrespeito mas eu acho é que ao não festejar mos é que é falta de respeito e estamos ser hipócritas, porque eu estou feliz é obvio que vou festejar. Estou feliz por ganhar aqui num dérbi difícil, contra uma equipa difícil muito bem organizada e muito boa equipa, que ainda semana passada empatou em Coruche e ganhou em casa ao Cartaxo por isso, temos que estar felizes, temos que estar satisfeitos porque são três pontos muito saborosos, isto é o primeiro sentimento que eu tenho em relação ao clube, porque eu gosto muito. Toda agente sabe não vale a pena eu estar aqui a inventar coisas porque eu gosto muito do Fazendense, agora estou no União de Almeirim, estou a gostar muito da união de Almeirim, estou a ser muito bem tratado na União de Almeirim, sinto me um treinador de verdade também no União de Almeirim, tenho um grande Presidente, tenho um grande diretor para o futebol, tenho uma grande estrutura, tenho um grande grupo de trabalho e é obvio os tempos mudam, hoje sou treinador do União de Almeirim e são esses que eu tenho que defender.

Com este resultado, a equipa do U. Almeirim está entre os primeiros lugares mas mesmo assim o discurso é de contenção: “nós queremos jogar jogo a jogo, foi como disse, quando acertei vim para o União de Almeirim, o objetivo é fazer mais e melhor do que foi feito ate aqui. Na época passada o União de Almeirim não passou a fase de grupos da Taça, já melhoramos, já passamos a fase de grupos, continuamos em prova. No campeonato estamos uns lugares acima do que o União de Almeirim andava, mas isto são sete, oito jornadas, mas isto não resolve nada se não continuarmos a trabalhar. Por isso se me disser que daqui para a frente conseguirmos andar nos primeiros lugares e chegarmos ao fim com mais pontos vamos ser campeões, vamos aceitar de boa vontade. Até la vamos ser uma equipa seria e humilde ate ao fim.”

.