Nasceram 11 novas empresas em Almeirim em Janeiro

Em janeiro de 2019, foram criadas em Almeirim 11 empresas, informa um comunicado da NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém.


No total foram criadas 193 sociedades no distrito de Santarém, mais 50 do que em janeiro de 2018, onde apenas foram criadas 143 empresas. Em janeiro deste ano, todos os concelhos do distrito de Santarém criaram empresas, o que não acontecia desde abril de 2018. Destaque para os concelhos de Santarém e Ourém, os dois concelhos que lideraram a criação de empresas na região o ano passado.


Em janeiro de 2019, o concelho de Santarém voltou a ser o que mais empresas criou, com um total de 35, seguindo-se Ourém, com 25. Abrantes contribuiu com 19 empresas, seguindo-se Benavente, com 15 sociedades, Salvaterra de Magos, com 14 e Torres Novas, com 13. Também com 13 sociedades criadas em janeiro, surge o concelho de Tomar, seguido de Almeirim e Coruche, com 11 empresas criadas em cada um dos territórios.

Rio Maior contribuiu com 9 sociedades, Cartaxo, com 7, e Chamusca e Entroncamento, com 4, cada concelho. Alcanena criou 3 sociedades em janeiro. Ferreira do Zêzere, Golegã e Sardoal criaram duas sociedades cada concelho e Alpiarça, Constância, Mação e Vila Nova da Barquinha, criaram uma empresa em cada um dos territórios.


Das 193 sociedades criadas em janeiro no distrito, destaque para a área de Comércio a retalho em outros estabelecimentos não especializados, com predominância de produtos alimentares, bebidas ou tabaco (14), Comércio por grosso de animais vivos (13), Atividades de medicina (12), Compra e venda de bens imobiliários (9), Restaurantes tipo tradicional (8), Manutenção e reparação de veículos automóveis (7), Construção de edifícios (residenciais e não residenciais) (6), Culturas de produtos hortícolas, raízes e tubérculos (6), Pintura e colocação de vidros (5), Exploração florestal (4), Outras atividades especializadas de construção diversas, n.e. (4), Atividades de mediação imobiliária (4) e Montagem de trabalhos de carpintaria e de caixilharia (3). Quanto ao sexo dos promotores do investimento, predominância para o sexo masculino: os homens criaram 151 empresas (78,24%) e as mulheres, 42 (21,76%).


Embora todos os concelhos do distrito de Santarém tenham criado empresas, houve ainda alguns que registaram insolvências. Santarém registou 4, e Tomar e Chamusca, 3 em cada concelho. Almeirim, Constância, Coruche, Ourém e Torres Novas registaram duas insolvências em cada um dos concelhos. Abrantes, Alcanena, Entroncamento, Mação e Salvaterra de Magos, apresentaram, em janeiro, uma insolvência em cada concelho. No total, registaram-se em janeiro 25 insolvências.

.