Escola lamenta incidente e quer resolver problema com pedagogia

 A direção do Agrupamento de Escolas de Fazendas de Almeirim considera  “lamentável o que aconteceu, mas está a resolver-se pedagogicamente o que é da competência da escola”, diz Conceição Pereira.

Em declarações ao Jornal O ALMEIRINENSE, a diretora que não estava na escola por razões de saúde, revela que as famílias entenderam-se e não quiseram apresentar queixa à autoridade competente.

Recorde-se que um adolescente com 16/17 anos entrou, esta quarta-feira, pelas 13h15 dia 20 fevereiro, pela Escola EB 2,3 de Fazendas de Almeirim para defender o irmão que teria sido agredido por outro colega. O adolescente não tendo a certeza de quem tinha agredido o seu irmão, acabou por se envolver num conflito com pelo menos duas crianças com idades entre os 11 e os 12 anos. 

Depois do episódio de violência no interior da escola, pelo que O ALMEIRINENSEapurou a confusão passou para o exterior da escola, com troca de palavras entre familiares das crianças e adolescente. 

O caso resolveu-se sem ter sido chamada a GNR nem os Bombeiros Voluntários de Almeirim. 

.