Almeirim participou na recolha de medicamentos

O Banco Farmacêutico realizou no sábado, dia 8 de fevereiro, a Jornada de Recolha de Medicamentos. Esta edição contou com a adesão de 122 farmácias distribuídas pelas zonas centro e sul do país. Os medicamentos recolhidos vão beneficiar os utentes de 72 instituições particulares de solidariedade social (IPSS) da região das farmácias aderentes, incluindo aqui a Santa Casa da Misericórdia de Almeirim.

Com uma dinâmica semelhante à do Banco Alimentar, o objetivo do Banco Farmacêutico é sensibilizar os portugueses para a doação de medicamentos e produtos de saúde não sujeitos a receita médica, que serão recolhidos nas farmácias por 450 voluntários e depois distribuídos pelas IPSS abrangidas pelo projeto.

Em cinco anos de Jornadas de Recolha de Medicamentos tem-se registado um crescimento contínuo de número de farmácias, voluntários, instituições apoiadas e também em número de medicamentos recolhidos. Desde 2009, ano em que a iniciativa decorreu pela primeira vez em Portugal, tanto o número de instituições apoiadas como as farmácias associadas a esta causa quase duplicou, registando-se um crescimento que ronda os 190% em ambos os casos. Ao longo destes cinco anos foram angariados cerca de 38000 medicamentos. Em 2013 foram recolhidos mais de 9 mil fármacos, um número que a organização espera superar em 2014.

Luís Mendonça, presidente do Banco Farmacêutico afirmava, antes da iniciativa deste sábado, que “apesar do contexto de crise económica que temos vivido nos últimos anos, a solidariedade dos portugueses mantém-se e tem crescido. É com muita satisfação que constatamos que a cada nova edição da recolha de medicamentos temos a participação de mais farmácias, as doações são em maior número e conseguimos ajudar cada vez mais pessoas, que é o nosso principal objetivo”.

A VI Jornada de Recolha de Medicamentos contou com o apoio de cada uma das Farmácias aderentes, Ordem dos Farmacêuticos, Associação Nacional de Farmácias (ANF) e da Logista Pharma.

.