Mau tempo está de volta esta sexta-feira

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e o Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) avisam que na próxima sexta-feira, dia 14 de fevereiro haverá um agravamento das condições meteorológicas com a ocorrência de vento SW/W forte acompanhado de rajadas que poderão atingir os 100km/h nas regiões do litoral Norte e Centro e terras altas.

Espera-se um desagravamento da situação meteorológica a partir das 21h de amanhã, passando a regime de aguaceiro dispersos, que poderão ser de neve nas regiões do Gerês e Estrela, mantêm-se elevados os níveis hidrométricos nas principais bacias, com destaque para o Tejo, não se prevendo, com os dados disponíveis de momento, que haja alterações significativas nos próximos dias.

Face as estas condições adversas o IPMA e a ANPC avisam que poderão ocorrer situações de piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água, possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem, possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis, inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem, danos em estruturas montadas ou suspensas e quedas de árvores.

A ANPC recorda também que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que recomenda o reforço dos mecanismos de fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas, evitar circular ou permanecer junto de áreas arborizadas, nomeadamente matas nacionais, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte, evitar circular ou permanecer junto à orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a galgamentos costeiros, garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas, adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias, não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas e estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Face à presente previsão, a ANPC determina o Estado de Alerta Especial (EAE), para o nível AZUL do Sistema Integrado de Operações de Socorro (SIOPS) para o Dispositivo Integrado de Operações de Protecção e Socorro (DIOPS) para os distritos Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Porto, Aveiro, Viseu, Coimbra, Leiria, Santarém e Lisboa entre as 10H00 de 14FEV14 e as 23H59 de 14FEV14.

.