“Perdeu-se uma figura que marca a história da Igreja em Portugal nos últimos 50 anos”, afirma Padre José Abílio

O cardeal D. José Policarpo, patriarca emérito de Lisboa, faleceu hoje na capital portuguesa, aos 78 anos, vítima de aneurisma na aorta, informou a diocese.

O patriarca mérito “encontrava-se em retiro em Fátima quando por uma indisposição foi levado para o Hospital do SAMS, onde veio a falecer vítima de um aneurisma na aorta”, adianta a nota oficial do patriarcado.

As exéquias presididas pelo patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, vão ser celebradas na sexta-feira, às 16 horas na Sé Patriarcal, seguindo depois o corpo para o Panteão dos Patriarcas, em São Vicente de Fora.

O corpo vai chegar na quinta-feira à Sé de Lisboa, pelas 15h00, permanecendo em câmara ardente.

D. José Policarpo tinha apresentado a sua renúncia ao cargo em 2011, por limite de idade, resignação aceite por Bento XVI e confirmada pelo Papa Francisco quando, a 18 de maio de 2013, nomeou como novo patriarca de Lisboa o até então bispo do Porto, D. Manuel Clemente.

Para o Padre José Abílio, que foi aluno de D. José Policarpo, “perdeu-se uma figura que marca a história da Igreja em Portugal nos últimos 50 anos”.

Fonte: Agência Ecclésia
Foto: O Público

.