Oportunidades e desafios dos fundos europeus 2014-2020 explicados às empresas

O Governo Português apresentou a 31 de janeiro, em Bruxelas, o Acordo de Parceria relativamente as prioridades de financiamento com fundos estruturais europeus para o período 2014-2020 (Portugal 2020). Com o objetivo de elucidar as empresas da região em relação a este acordo, a NERSANT vai realizar, em parceria com a CIP, uma sessão de esclarecimentos sobre o tema. O Ministro da Economia, António Pires de Lima, vai estar na sessão.

“As PME na Agenda 2020”, dá mote ao seminário que a NERSANT em parceira com a CIP, vai realizar hoje, dia 15 de abril, a partir das 14h00, no Santarém Hotel. Trata-se de mais uma ação no âmbito da iniciativa PADECip – Programa de Apoio à Decisão Empresarial, iniciativa lançada pela CIP que tem o objetivo de proporcionar um espaço para reflexão e assunção de soluções e criação de valor para as empresas, para as economias regionais e nacional e, consequentemente, para a sociedade, através da geração de emprego.  O programa compreende a realização de encontros empresariais em várias regiões do país, abordando temas regionais ou setoriais de relevo para o crescimento económico. O objetivo da sessão no Ribatejo é dar a conhecer as oportunidades e desafios do acordo Portugal 2020 às PME’s desta região.

O primeiro painel tem como tema “A Economia das PME depois de 2013”, que será enunciado por Augusto Mateus e Gonçalo Caetano (AM&A) e terá como moderador Álvaro Pinto Correia, Presidente do Conselho Geral da NERSANT.

O segundo painel, “Portugal 2020: Oportunidades e Desafios para as PME do Ribatejo” é composto por Carlos Lopes Sousa, Presidente do Agrocluster Ribatejo, Paulo Pereira da Silva, CEO da Renova, Pedro Carvalho, Presidente do Conselho de Administração da COURO AZUL e por Maria Salomé Rafael, Presidente da Direção da NERSANT e Vogal da Direção da CIP. Como Keynote speaker, estará presente José Santos Soeiro, Presidente do Conselho Diretivo do IFDR.

António Saraiva, Presidente da CIP, fará a apresentação das conclusões no final da sessão, que será encerrada pelo Presidente da Direção da Direção da NERSANT, Maria Salomé Rafael, Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Santarém, e, por fim, pelo Ministro da Economia, António Pires de Lima.

.