ACE criado pela NERSANT assina primeiro contrato para realização de empreitada

O Agrupamento Complementar de Empresas criado pela NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, assinou o seu primeiro contrato de empreitada para a alteração e ampliação de uma adega, em Évora. Este ACE reúne empresas que, juntas, facultam uma oferta completar e competitiva na área da construção civil.

Sendo o apoio à cooperação empresarial um dos eixos estratégicos da NERSANT, esta associação empresarial criou um agrupamento complementar de empresas na área da construção civil, o TBCC – TenBestCivil Cooperation.

O seu grupo de empresas agrupadas, 10 na totalidade, reúnem uma oferta diversificada mas completar dentro do setor da construção civil, o que significa que este ACE se encontra habilitado a responder a concursos nacionais e internacionais com uma oferta integrada na área da construção civil.

O TBCC – TenBestCivil Cooperation, ACE., acabou neste momento de assinar o seu primeiro contrato, tendo já arrancado no início de junho, com os trabalhos de alteração e ampliação de uma adega, em Évora. Movimento de terras / demolições, betão armado, pavimento, estruturas metálicas, revestimento de fachadas e remates, alvenarias, rebocos, pinturas, carpintarias, caixilharias, redes (água, combate a incêndios, eletricidade), tetos falsos e aparelhos sanitários são os serviços que o TBCC vai facultar, prestando, assim, um serviço chave na mão ao dono de obra. Os trabalhos deverão estar concluídos em fevereiro de 2015.

A constituição do TBCC – TenBestCivil Cooperation, ACE.  Insere-se no âmbito da promoção da cooperação empresarial que a NERSANT tem vindo a levar a efeito. O TBCC pretende alcançar um nível de cooperação que permita a resposta de maior valor acrescentado por parte das empresas, com base numa lógica de especialização e complementaridade, através da construção de uma oferta integrada e competitiva direcionada para o mercado global (ex: resposta a concursos públicos internacionais). Pretende ainda uma abordagem a determinados mercados, com referência sobretudo aos PALOP (e mais especificamente o mercado Moçambicano) e mercados de Norte de Europa, bem como a angariação de economias de escala com base na identificação de áreas que poderão ser trabalhadas em comum (ex: aprovisionamento, logística, transportes).

Um ACE permite a constituição de pessoas coletivas que resultam do agrupamento de pessoas singulares ou coletivas e de sociedades para, sem prejuízo da sua personalidade jurídica, melhorarem as condições de exercício ou de resultado das suas atividades económicas.

Para mais informações sobre projetos de cooperação empresarial da NERSANT, os interessados devem contactar o Departamento de Apoio Técnico, Inovação e Competitividade da NERSANT, através dos contactos datic@nersant.pt ou 249 839 500.

.