Críticas ao manuseamento armas no dia da criança. GNR responde

Nas comemorações do dia da criança, em Almeirim, surgiram algumas criticas ao facto da GNR ter feito demonstrações com armas.

Nas redes sociais surgiram mesmo pais a mostrarem-se indignados. A GNR esclarece que tentaram “fazer pedagogia e a mensagem que se passou foi mesmo o não mexer em armas”.

O Comando Territorial de Santarém pretendeu ainda “dar a conhecer à população estudantil, algumas das capacidades e vitalidade que a Instituição possui, bem como incrementar a aproximação aos mais jovens, fortalecendo o elo de ligação entre a Guarda Nacional Republicana e as crianças”.
No âmbito das ações do Policiamento de Proximidade da Guarda Nacional Republicana, através do Comando Territorial de Santarém, durante a semana de 01 a 8 de junho de 2014, participou ativamente no Dia Mundial da Criança com diversas acções por todo o distrito.

Nas iniciativas estiveram presentes cerca de 3023 crianças e 127 professores que assistiram a varias ações/demonstrações de meios, equestres, cinotécnicos e de equipamentos/materiais ao serviço do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da Unidade de Intervenção (GIPS/UI).

.