Daniela Doe jovem autodidata Mostra-se fora da Escola

Daniela Doe tem 17 anos e é um jovem autodidata almeirinense.
Pela primeira vez mostra-se fora do ambiente escolar e na inauguração da exposição surpreendeu o Presidente da Câmara com um quadro…

Quando percebeu que tinha esse gosto pela arte?
A arte foi algo que sempre me despertou muito interesse, desde muito cedo que gostava de fazer desenhos e esse gosto foi crescendo
ao longo dos anos. Em 2011 quando decidi ir para o curso de Artes Visuais na Ginestal Machado em Santarém é que me apercebi que era mesmo esta vida eu queria levar.

Foi por influência familiar?
Talvez sim, até porque grande parte da minha família esteve sempre muito ligada às Artes.

Onde e em que se inspira?
A minha grande fonte de inspiração é mesmo a simplicidade e a pureza das coisas.
Inspiro-me sobretudo no ser Humano e na Natureza (plantas e animais).

O que quer fazer profissionalmente?
Pretendo estar sempre ligada ao mundo das Artes, sendo ilustradora ou trabalhar em animação .

Como recebeu o convite para expor na Galeria Municipal?
Foi com alguma surpresa que recebi o convite. Os meus desenhos foram vistos através da minha página do facebook por elementos da associação de Defesa do Património Histórico Cultural do Concelho de Almeirim, que me contataram se estava interessada em participar e eu aceitei.

É ao mesmo tempo um desafio grande?
É sem dúvida alguma, pois todas as exposições que tenho feito até agora foram sempre através da escola em conjunto com a turma
sob a orientação do Professor João Malhou.
Foi a primeira vez que expos trabalhos fora do ambiente escolar.
Que reações teve na inauguração?
As reações foram muito positivas, sobretudo de encorajamento para que nunca pare de desenhar e que continue sempre nesta área.

Quer explicar os três trabalhos que lá expõe?
São três trabalhos que refletem naquilo que mais me inspiro, o ser humano e a natureza.

Fez uma oferta ao Presidente da Camara. O que pretendeu com o gesto? Qual foi a reação?
Confesso que foi um incentivo por parte da minha mãe, que achou por bem dar algo ao Presidente da Camara naquela que é para mim a primeira exposição fora da escola.
A reação do Sr. Presidente foi de surpresa. Tal como ele a maior parte das pessoas, que também não estavam à espera, ficaram surpreendidos. Acho que foi uma surpresa
agradável.
O quadro, por decisão da associação, é para ficar exposto juntamente com os outros trabalhos.

Há já outras ideias para expor os seus trabalhos?

Ideias em concreto ainda não tenho, mas gostaria de um dia poder expor na Biblioteca de Almeirim.
Tem muito mais trabalhos?
Apesar de muitos deles serem trabalhos da escola, já tenho uma boa coleção, há que continuar.
É o desenho e a pintura que a fascina?
O desenho, a pintura, a arquitetura, o design e a moda. São muitas as coisas que me fascinam.
Que técnicas usa?
Costumo usar muito grafite, lápis de cor, aguarela e tinta-da-china.

.