Mais de 350 mil euros gastos em despesas supérfluas

Seis ex-dirigentes da Adega Cooperativa de Almeirim foram absolvidos do crime de peculato, de que estavam indiciados escreve o Jornal O Mirante.

O Almeirinense sabe que em causa estavam obras na adega, compra de um carro de alta cilindrada para o então diretor, patrocínios à volta a Portugal em Bicicleta, provas de ténis e a associação à empresa TBZ que garantia a colocação dos símbolos do Benfica e Sporting nos rótulos.

Em causa estaria, ao todo, uma verba em que rondava entre os 350 e os 500 mil euros.

Não terá ficado provado que houve beneficio para os dirigentes da altura.

.