Queimadas proibidas até 30 setembro

A queima de sobrantes de exploração é a queima de matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração, ou seja, o material lenhoso e outro material vegetal resultante de actividades agro-florestais.

Pode-se fazer em todos os espaços rurais, fora do período crítico e desde que não se verifiquem os índice de risco temporal de incêndio de níveis muito elevado e máximo.

No ano de 2014, o período crítico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta Contra Incêndios, vigora de 1 de julho a 30 de setembro, e nele devem ser asseguradas medidas especiais de prevenção contra incêndios florestais.

Consulta Índice de Risco Temporal
https://www.ipma.pt/pt/ambiente/risco.incendio/
Secção SEPNA do Comando Territorial de Santarém através do número: 243300070

.