Fim de semana com vigilância apertada da GNR

A Guarda Nacional Republicana intensifica, no próximo fim de semana, as ações de patrulhamento rodoviário, apoio e fiscalização na sua área de responsabilidade, orientando as ações para as vias mais críticas, com o objetivo de garantir uma deslocação em segurança aos cidadãos.

Esta fase contará com o empenhamento de 3320 militares, da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais. Durante a operação, para além da atuação preventiva e de apoio aos utentes das vias rodoviárias, será dada especial atenção aos comportamentos de risco dos condutores que coloquem em causa a segurança rodoviária, nomeadamente: Manobras perigosas de ultrapassagem, mudança de direção, inversão do sentido da marcha, cedência de passagem e distância de segurança; Condução sem habilitação legal; Não utilização do cinto de segurança e/ou sistemas de retenção; Utilização indevida de telemóveis; Condução sob o efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas e Excesso de velocidade. Durante a primeira fase da operação, e comparativamente com igual período do ano de 2013, ocorreram 755 acidentes (mais 35), dos quais resultaram: quatro vítimas mortais (igual número em relação a 2013); sete feridos graves (menos 13) e 285 feridos leves (mais 19).

.