Gonçalo Incendiário expõe na Biblioteca

Gonçalo Incendiário apresenta uma série de trabalhos que vagueiam entre a Pintura e o Desenho. Entre o abstracto e o orgânico, esta exposição dá continuidade ao trabalho que o artista tem vindo a desenvolver:

Tendo como base a tragédia, o conceito de “tempo” é um pilar do trabalho de Gonçalo Incendiário, traduzindo-se sobretudo na metáfora ou ideia de “cicatriz”: O “tempo” que decorre desde que uma ferida acontece até sarar, quer na pele, quer na mente. A ligação entre a ferida fisica, carnal, visceral, e a ferida psicologica: o trauma, e a forma como se vive o decorrer desse tempo.

Para esta exposição, para além da questão do “tempo” foi experimentada uma noção de espaço onde esse tempo decorre. Um espaço no fundo do mar, mas um espaço que tem tanto de real como de metafórico, um espaço que é tanto um lugar como um estado de ser. Porque no fundo, os sentimentos também são lugares, acrescenta a MASOQ em comunicado.

Segunda-feira, 8 de setembro pelas 21h00 e até dia 27, no átrio da Biblioteca de Almeirim, pode visitar a exposição NO FUNDO DO MAR de Gonçalo Incendiário.

.