Morreu madrinha do Festival da Sopa de Pedra. Confraria lamenta perda

Tinha 81 anos e estava internada há algum tempo.

Autora de uma extensa lista de livros de gastronomia e culinária, Maria Filipa Carneiro de Mendonça Côrte-Real Vacondeus, mais conhecida por Filipa Vacondeus, tornou-se conhecida do grande público na década de 1980, depois de ter sido convidada pela RTP para apresentar uma série de programas sobre cozinha.

A conhecida cozinheira, Filipa Vacondeus foi nos dois últimos anos a madrinha do festival da sopa da pedra e do petisco que se se realizou em Almeirim.

“É com tristeza e pesar que a Confraria Gastronómica de Almeirim recebeu a noticia do falecimento da sua amiga Filipa Vacondeus. Foi um enorme privilégio conviver e participar em projetos gastronómicos com uma senhora que marcou de forma tão emblemática a história da televisão e da gastronomia portuguesa. Desde o início do projeto do Festival da Sopa da Pedra e do Petisco tivemos o entusiástico apoio da Filipa Vacondeus e muito facilmente ela aceitou ser a madrinha do Festival. Cabe agora a nós a responsabilidade de tentar minimizar o seu desaparecimento melhorando o nosso projeto de forma a honrar a sua amizade e dedicação à Gastronomia Portuguesa e em especial à do concelho de Almeirim”, diz a Confraria em comunicado.

Com Expresso

.