GNR aperta cerco à falta de cinto e uso do telemóvel

Guarda Nacional Republicana intensifica, durante o dia 22 de janeiro, a fiscalização do uso dos cintos de segurança, sistemas de retenção para crianças (SRC) e o uso indevido do telemóvel, em todo o território nacional.
Estão previstas 836 ações de fiscalização, levadas a cabo por um efetivo dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito, num total de 1963 militares, que serão direcionadas para as vias situadas no interior das localidades, estradas nacionais, regionais e municipais onde as infrações relativas a estas matérias são mais frequentes.

No ano de 2104, nestas matérias registaram-se as seguintes infrações: 22 419 por utilização de telemóvel no exercício da condução; 23 205 infrações por não utilização do cinto de segurança; e 1847 infrações por falta de SRC. Perante estes números a GNR irá realizar, no presente ano, diversão operações de cariz preventivo, com o objetivo de alertar os condutores para os riscos associados a estas infrações, em termos de acidentes e suas consequências.

.