Almeirinense representa Portugal em Festival

O jovem poeta almeirinense Miguel Manso representa Portugal no Festival de Literatura de Hyderabad, Índia, que decorreu de 23 a 26 , participando com o apoio do Camões, IP no projeto Poetry Connections India –Multilingual Poetry Performance.

Dinamizado no âmbito do certame por Alexandra Büchler, diretora da Literature Across Frontiers (LAF), o Poetry Connections reúniu poetas da Europa e da Índia para dar a conhecer, através da leitura e tradução, os poemas de cada um dos participantes, tendo como objetivo final uma performance poética plurilinguística.

O Festival teve lugar na Hyderabad Public School, Begumpet (www.hpsbegumpet.org.in). A par de Miguel-Manso, participam no evento poético Heike Fiedler (Suiça), Tsead Bruinja (Holanda), Siân Melangell Daydd e David Greenslade (País de Gales), Sampurna Chattarji e Mamta Sagar (Índia).

Posteriormente, o Poetry Connections India –Multilingual Poetry Performance realizou em Bangalore, na British Library, a 25 de janeiro, seguindo depois para Nova Deli, onde decorrerá no India International Centre, a 28.

Na sua passagem recente por Goa, no passado dia 15 de janeiro, Miguel Manso visitou o Departamento de Português e de Estudos Lusófonos da Universidade de Goa, tendo lido alguns dos seus poemas e conversado com professores e alunos sobre temas da literatura portuguesa.

Dois dias depois, o Centro de Língua Portuguesa/Camões, IP de Goa organizou, no ESG-Maquinez Palace, uma sessão de cinema para projeção do filme “Bibliografia”, realizado em 2013 por Miguel Manso e pelo irmão João Manso. A exibição foi seguida de um debate entre o autor e o público.

Nascido em 1979, Miguel Manso publicou, aos 30 anos, dois livros de poemas que mereceram a atenção da crítica: “Contra a Manhã Burra” e “Quando Escreve Descalça-se”.

Fonte: https://www.instituto-camoes.pt/

.