Protesto nacional dos árbitros chega ao jogo com Fazendense

Após um fim de semana em que se verificaram oito atos diferentes de agressões a árbitros de futebol no território português, a classe uniu-se para dar visibilidade ao protesto já no próximo fim de semana. De sul a norte, todos os árbitros vão entrar em campo vestidos com uma camisola branca com a palavra “Respeito” em destaque.

“Esta é a nossa primeira bandeira e é a mais diplomática possível”, acrescentou Duarte Gomes, realçando que, caso as agressões não parem, poderão ser tomadas medidas mais radicais: “Não estamos para tolerar isto durante muito mais tempo. O futebol é para entreter e não para bater. Para isso há o boxe e outros desportos do género. Se as agressões continuarem e não houver forma de travar esta onda de violência, teremos que conversar”, prosseguiu.

José Gomes, presidente da APAF, e José Silva do Instituto Português do Desporto e da Juventude, estiveram também presentes.

No futebol de ambito distrital, a medida de contestação deve verificar-se apenas nos jogos da 1.ª Divisão Distrital, sendo que o único clube do concelho que “viverá” de perto esta manifestação é o Fazendense – Benavente.

O Almeirinense com Jornal O Jogo

.