Almeirinense escapa a agressões

Com duas horas para o início do jogo, a equipa do Paço de Arcos foi recebida por um grupo de alegados adeptos do Valongo que agrediram Hugo Garcia e Miguel Dantas, bem como um seccionista que interveio e o próprio treinador do Paço de Arcos que terá tentado por cobro à situação. Ao que o nosso jornal, o jogador almeirinense que integra o plantel do Paço de Arcos não se viu envolvido nestes problemas.

“Não quero associar estas pessoas ao Valongo, mas o facto é que tudo se passou à porta do pavilhão”, afirmou Paulo Garrido, ressalvando que um director dos campeões nacionais dirigiu um pedido de desculpas ao clube da Linha.

Na altura destes acontecimentos ainda não havia qualquer força de segurança no local, tendo chegado meia hora depois. A polícia foi mesmo informada do grupo em que, já na bancada do Municipal, se integraram os adeptos, de forma a prevenir mais altercações. Ainda assim, por não ter sido pedido pelos jogadores do Paço de Arcos, não foi identificado qualquer agressor.

Com https://hoqueipt.com/

.