Capitão do Fazendense defende-se das críticas de antigo treinador

Em declarações a O Almeirinense, sobre o Fazendense 1- U. Tomar 1, o antigo treinador do Fazendense faz duras críticas à equipa e em particular Nuno Carrapato e Fábio. 

Sobre Fábio, disse na altura o ex-técnico que "como é lógico habituados a ser os donos do espaço e que toda gente lhes diz amém,o capitão do Fazendense,sim aquele que ja ameaçou e ofendeu o maior símbolo do clube começou a ofender me, juntamente com um rapaz equipado de guarda redes, aquele que em 11 golos sofridos deu oito frangos, mais um no jogo da taça (remate de meio campo)".

O capitão de equipa sentiu-se denegrido com tais declarações e esclarece: "A minha pessoa foi referida num comunicado por um senhor que se diz treinador se futebol, onde tenta denegrir a minha imagem enquanto capitão do Fazendense, trazendo à baila uma situação que não lhe diz respeito com dez anos passados, que foi ultrapassada pelas duas partes estando completamente fora do contexto actual, tentando camuflar de alguma forma o seu fracasso".

Fábio Fidalgo acrescenta que "não podendo esta pessoa criticar-me enquanto jogador, pois para ele eu era um exemplo de atitude dentro do grupo de trabalho, e que, palavras dele, " com mais como eu seria campeão", remexer num passado que não lhe diz respeito é um total acto de cobardia. Na vida, se temos problemas devemos assumi-los e confrontar directamente as pessoas, ser Homem e não utilizar outros meios para o fazer. Não querendo de forma alguma alimentar polémicas, pois essa não é a minha forma de estar, «quem não se sente não é filho de boa gente». Ao nível nacional e distrital, como amador, com quem trabalhei (treinadores; jogadores) fui sempre respeitado e tentei sempre fazer o mesmo para com os outros pena que nem todos se possam orgulhar disso".

A terminar, Fábio deseja "o dobro daquilo que ele me deseja, que seja feliz pessoal e profissionalmente."

.