Fazendense responde a Mário Nelson com comunicado

A Instituição Associação Desportiva Fazendense não tem por hábito responder a declarações publicadas na comunicação social, vindas de pessoas que abandonaram o clube, porque isso também nunca aconteceu. Normalmente quem deixa o clube não vem para o jornal disparar em todas as direções, ofendendo elementos e o próprio clube.
 

Portanto, e em tom de resposta, vamos confrontar as declarações desse sr. ( se é que tem categoria para ser tratado por sr. ) com a realidade. A saber:

1- Diz esse sr que veio ver o jogo porque "Conhecia mal a equipa do União De Tomar– então isso prova a sua incompetência porque como treinador «deve» conhecer as equipas do seu campeonato. E diz que "Tenho muita gente amiga no Fazendense"-  depois do que tem feito não deve ter e muito menos alguém que o convidasse a estar presente. Ele veio porque quis, ninguém o chamou cá.

2-"foi um jogo pobre e sem qualquer tipo de alegria." e "ia a espera de ver um Fazendense demolidor, a massacrar e que iria conquistar uma goleada" – Aquando da sua orientação lembramos os 4 empates seguidos (3 dos quais a zero), no arranque da 2ª volta. Em 4 jogos com a Chamusca ( sem menosprezo para este clube) apenas ganhou 1 e nos outros 3 não marcou um só golo! Isto não é pobreza? Isto é ser demolidor?

3- "qual não é o meu espanto quando, ontem, vejo o melhor avançado do distrito a jogar a 10" – mais espanta a equipa, a direção e os adeptos quando "o melhor avançado do distritofica a suplente contra o Coruchense!!! Não era preciso?

4-No final do jogo "Como é lógico não fiquei satisfeito com o falhanço, primeiro porque o Filipe é um jogador e um amigo que gosto, depois porque quero que o Fazendense seja campeão" – Então
porque festejou o "falhanço"? Então porque provocou o jogador de quem diz ser amigo? Então porque é que "Deus é justo"? Se o Filipe é amigo porque o humilhou diante da equipa, no intervalo do jogo com o Coruchense, dizendo que "Vales zero como pessoa e como jogador"?

5- Saliente-se o facto que não foi o clube que o mandou embora, foi ele que, ao ver que já nada poderia ganhar, se despediu! Provou que não sabe lidar com o próprio insucesso e, como os ratos, abandona o navio antes que afundasse.

6- "Claro que as quatro ratazanas se sentiram" – Ratazanas neste clube, não há! Pelo que se disse anteriormente, havia uma mas já abandonou o clube!

7- "um rapaz equipado de guarda redes" – Esse sim, é um Senhor! Jogou na 1ª liga, lidou com os maiores jogadores e treinadores que passaram no nosso país, é reconhecido pelo seu trabalho e profissionalismo no país inteiro. Ao contrário, esse sr é conhecido no Distrito de Santarém e, na maior parte dos casos, pelo seu "comportamento arruaceiro". No tempo que esteve ao serviço do clube passou quase tanto tempo no banco como castigado!!!

8- Quanto a "Desejo toda a sorte do mundo ao Fazendense" – basta que esse sr deixe o clube em paz, deixe de enviar mensagens provocadoras a elementos da direção e, principalmente, a jogadores a meio da noite em vésperas de jogo.

Ficamos muito bem com as nossas "exibições pobres" até ao fim do campeonato. Nunca serão tantas como as que fizemos até aqui!
Confiamos plenamente na equipa técnica actual que julgamos capazes de elevar a moral e a alegria a este clube, e terminar o campeonato com a dignidade que este clube merece.
Temos uma equipa unida, forte, de amigos e, sobretudo, alegre e sem pressão desmedida e desmesurada.
Há arroz de marisco e não só. Há bom ambiente, há amizade e há pessoas que lutam pelo clube.
Bem haja a todos os que fazem deste clube o que é, que o dignificam e muito honram diáriamente. Quanto aos outros… " Dos fracos não reza a história!"

Dito isto, não se nos oferecem mais motivos para voltar a este assunto, por isso não nos permitiremos responder a qualquer outra situação futura.

Ninguém se pode sobrepor a uma instituição, mas não podíamos deixar passar esta situação em claro!

Associação Desportiva Fazendense

Aqui pode ler o artigo em que Mário Nelson explica as razões que o levaram a assistir ao Fazendense-U. Tomar e as críticas feitas a alguns jogadores 

.