Adiada venda de imóvel do GES em Almeirim

A venda da empresa que controla o império imobiliário da família Espírito Santo já foi adiada por três vezes. Pelo meio, o património já desvalorizou quase 90 milhões de euros.

Após o colapso do império Espírito Santo, a família tem sido obrigada a vender quase todo o seu património de forma rápida para realizar dinheiro e pagar as suas inúmeras dívidas. Foi assim com a venda da seguradora Tranquilidade, da Espírito Santo Saúde, da Espírito Santo Viagens e dos hotéis Tivoli.

Os processos foram céleres e o dinheiro encaixado serviu para pagar aos respetivos credores. Mas nem todas as empresas do universo Espírito Santo conseguem ser vendidas com a mesma eficiência. Alguns dos negócios que estavam agendados, para serem finalizados no ano passado, teimam em não se concretizar.

Da lista de imóveis divulgados pela visão, destaca-se o Campos de Almeirim, situado junto ao centro escolar. 

O nosso jornal apurou que, mesmo assim, alguns lotes já foram entretanto vendidos em parcelas individuais. 

Fonte e Foto Visão

.