Gumelo propõe um “Dia da Criança” diferente e apoia a Fundação do Gil

A proposta da Gumelo, empresa portuguesa que produz cogumelos a partir de borras de café, para o Dia da Criança vai marcar a diferença junto do público mais jovem e continuar a apoiar a Fundação do Gil.

“O Meu Primeiro Gumelo”, o cogumelo pronto-a-crescer para os mais novos, é uma oportunidade para explorar a criatividade (colorir a caixa), educar para a responsabilidade (assume o controlo do processo de desenvolvimento), sensibilizar para a ecologia (produção ecológica, usando apenas borra de café como substrato), estimular o gosto pela ciência (a expetativa e o interesse gerados durante o desenvolvimento levam a colocar questões e a despertar o conhecimento), despertar para os sabores (contacto com um novo alimento, fresco e sem conservantes) e promover uma alimentação saudável (elevado valor nutritivo e funcional, ricos em proteínas e com baixo teor em gorduras).

Para além de contribuir a vários níveis para o desenvolvimento da criança, “O Meu Primeiro Gumelo” permite ensinar a partilhar, responsabilizando os mais jovens para a área social. Ao comprar uma unidade de “O Meu Primeiro Gumelo” estão a contribuir com 1€ para a Fundação do Gil. Uma associação que tem como missão a reintegração na família e na sociedade de crianças e jovens que se encontram em risco clínico, social e emocional.

“O Meu Primeiro Gumelo”, espécie Pleurotus ostreatus, está disponível em duas versões. Uma versão com a caixa ilustrada por Carla Antunes (uma referência na ilustração infantil portuguesa com um traço inconfundível) e outra ilustrada por Ricardo Manso (um artista plástico com diversos trabalhos em escultura, desenho e ilustração digital 3D). “O Meu Primeiro Gumelo” inclui lápis de cor (para colorir a caixa), vaporizador (para regar e fazer crescer os cogumelos), instruções (para saber como funciona) e um guia (para que os adultos possam acompanhar as crianças e tirar o máximo partido pedagógico desta experiência).

.