U. Almeirim encerra secção de futsal após acordo falhado com FutAlmeirim

O União de Almeirim decidiu encerrar a secção de futsal do clube, dois após após a sua criação. Criada com a entrada do projecto Viver UFCA com o objectivo de levar o clube para dentro da cidade, agora a direcção decidiu pôr fim a este projecto por entender que “continuar como estava não fazia sentido, por ter séniores sem formação não é a nossa politica”.

André Mesquita revela ainda que o clube tentou um acordo com o FutAlmeirim para encontrarem em conjunto a “melhor solução para o futsal em Almeirim”, mas acrescentou que “não foi possível com a elevação que os dois clubes mereciam”.

A direcção do clube lamenta que tal acordo não tenha sido possível, tendo em conta que gostaria que “os jogadores e equipa técnica se pudessem manter na cidade, como sentimos que era a sua vontade, porque pelas qualidades humanas e desportivas que revelaram ao longo dos anos se mostraram essenciais no desenvolvimento do futsal em Almeirim”.

O projecto Viver UFCA destaca ainda que “sempre defendemos que não deve existir multiplicação de clubes e por isso não levamos para a frente o projecto de criar uma escola de formação de futsal”.

André Mesquita diz ainda ao Almeirinense que acredita que “o futsal volte ao clube dentro de alguns anos”, agradecendo ainda às duas equipas técnicas do clube, lideradas por Marco Sousa e Ricardo Mesquita, bem como a Nuno Catarro, director responsável pela equipa bem como a “todos os atletas que por amor à camisola representaram o União de Almeirim”

.