Corrida do Centenário do Grupo de Forcados Amadores de Santarém (c/video e fotos)

Com lotação esgotada, esta quinta-feira, 23 de julho, o G.F.A.Santarém teve uma noite inolvidável. Fundado em 1915, fez a sua apresentação pública em setembro do mesmo ano, em Almeirim, então capitaneado por António Abreu.

O G.F.A. Santarém, capitaneado por Diogo Sepúlveda escreveu, nesta noite, mais uma página de glória do seu longo historial, demonstrando tradição, glória, raça e valentia, quatro qualidades que definem a sua longa trajetória, ao pegarem seis toiros da Ganadaria David Ribeiro Telles, consumando cinco pegas de caras à primeira e uma à segunda tentativa, respetivamente.

A pega do quinto toiro marcará para sempre a história do G.F.A.Santarém. Foi cara António Goes, que sofreu três derrotes tremendos do toiro mais pesado da corrida (663 quilos), ficando à primeira tentativa na cara do oponente. Será certamente a “Pega do Ano”.

O G.F.A.Santarém deu, na catedral do toureio equestre, um “recital” da arte de pegar toiros, em Portugal, saindo pela Porta Grande do Campo Pequeno.

FOTOS AQUI

 

VIDEO:

.