Cecometal abre novo espaço na Chamusca

A Cecometal (Centro Comercial de Metais, Lda), construída em 1954, passou para as mãos de Hélder Fernandes em 2006. Com uma vasta gama de produtos de diversas áreas, a empresa que começou por não ser mais que uma loja de ferragens, é hoje uma referência na venda de vários produtos relacionados com a manutenção das casas, artes decorativas e até retrosaria.

O que os faz ser uma referência em Almeirim?
A capacidade de adequar a oferta da empresa às necessidades das pessoas. Nesta área de atividade, há muitas empresas concorrentes em Almeirim e Santarém, mas muitas vezes não são suficientemente rápidas a adaptarem-se à mudança conjuntural. Hoje, mais do que a empresa ser muito grande, é importante que seja muito ágil e rápida, porque a sociedade está sistematicamente a mudar, e muda muito rapidamente.

Apostaram recentemente na abertura de um espaço na Chamusca. Porquê essa localização?
Entendemos que a Chamusca é um local onde não existe quase nada e é um local que está muito bem situado. Tem boas vias de comunicação, tem aquela passagem para o norte do Tejo pela zona da Golegã, tem a estrada nacional que vai até Abrantes, portanto é um local que está estrategicamente bem localizado. E foi isso que nos interessou mais, porque há ali uma confluência de uma série de vias, que permite alargar muito o raio de ação a 13 ou 14 mil potenciais clientes.

Avançaram agora para a Chamusca. Há mais projetos para o futuro?
Provavelmente, iremos avançar para qualquer outro projeto. Nós gostaríamos de fazer uma linha em que englobássemos esta zona a sul do Tejo, mas não descartamos o mercado de Santarém, que é um grande mercado regional. Basta ver que o concelho de Santarém tem quatro ou cinco vezes a população de Almeirim, e têm maior poder de compra, e é por isso um mercado atraente.

Quais as maiores adversidades do dia a dia?
O grande problema é o poder de compra ser tão baixo, as pessoas não têm dinheiro e é isso que torna as coisas um bocado mais difíceis. Há uma grande percentagem de população idosa, com pensões muito baixas, e obviamente as suas primeiras prioridades não são este tipo de materiais, são a alimentação e a farmácia. Mas esse problema não é só nosso, é do comércio em geral.
Outro grande problema, que advém da nossa localização, é que em Almeirim não há tanta facilidade de mobilidade, principalmente para as pessoas de mais idade, e há muitos poucos locais onde se possa estacionar.

Qual é o segredo para fidelizar os clientes?
Os clientes hoje em dia são muito voláteis e mudam com muita facilidade de local de compra. Daí a necessidade de as empresas se estarem sempre a adaptar ao que os clientes querem em cada momento, essa é a única forma de os fidelizar.
Assim, nós temos a nossa área de intervenção centrada em três aspetos: ter uma gama de produtos alargada, para que as pessoas possam encontrar aqui praticamente tudo o que precisam desta área de atividade; ser capaz dar aconselhamento técnico de primeira qualidade aos clientes, para ajudar a escolher o produto e a esclarecer a forma como se aplica; e ter preços que sejam competitivos. Se não tivermos estes três aspetos num bolo, será muito difícil.

Horários e contactos:
Rua Dionísio Saraiva, nº 7
Aberto de segunda a sexta das 9h às 13h e das 15h às 19h, e sábado das 9h às 13h.
243 592 275 │ 936 596 687
cecometal@gmail.com
https://cecometal.pt/paginaInicial.asp

.