Derby ainda mexe: “Só não saí ao intervalo por respeito ao adversário e às pessoas que lá estavam”

O derbie entre União de Almeirim e Fazendense deixou marcas na equipa treinada por Bruno Carrapato. A derrota (3-1) motivou duras críticas de Botas Moreira, que não poupou nas palavras:

“Se o União de Almeirim tivesse ganho por quatro ou cinco seria mais justo. O Fazendense não ganhou uma segunda bola, não correu e não trabalhou… Andou por ali a passear as camisolas e o União de Almeirim fez pela vida. O Fazendense não andou lá… foi uma equipa morta, sem chama. Foi o seguimento do que tem sucedido na pré-época. Isto foi uma amostra triste e vergonhosa. Só não saí ao intervalo por respeito ao adversário e às pessoas que lá estavam. Eles têm que fazer mais, têm que trabalhar mais, têm que correr mais. E depois jogam os que não treinam e isto é mau”, disse António Botas Moreira.

À Rádio Hertz o dirigente disse ainda que vai ao balneário e “dizer o que penso pois estão a passar-se coisas que não quero. O União de Almeirim deu tudo o que tinha e o que não tinha. O Fazendense apresentou uma equipa para andar ali dentro. O Fazendense jogou para perder por poucos”.

Fonte: radiohertz.pt

.