Produções record de tomate para a indústria

As condições climatéricas que se verificaram ao longo do ciclo de desenvolvimento do tomate para a indústria, especialmente o tempo seco, contribuíram para que a pressão das pragas e doenças sobre esta cultura fosse menos intensa que o habitual, permitindo que a maioria dos frutos fosse colhida e entregue nas unidades industriais em boas condições sanitárias. As plantas apresentaram uma boa carga de frutos, embora em muitos casos sem o amadurecimento completo, tendo a percentagem de tomate de cor verde (não totalmente maduro e, consequentemente, rejeitado automaticamente pelas máquinas colhedoras) sido considerável.

Apesar disso, a produtividade alcançada (próxima das 90 toneladas por hectare), conjugada com o aumento da área plantada, concorreram para a obtenção de uma produção record, que deverá ultrapassar 1,7 milhões de toneladas. O grau Brix (teor de açucares) foi inferior, comparativamente com as campanhas anteriores.

.