Antigo Presidente da Câmara de Almeirim condenado a quatro anos de prisão com pena suspensa

Sousa Gomes, antigo Presidente da Câmara de Almeirim, foi condenado, esta segunda-feira dia 21, a quatro anos de prisão com pena suspensa por ter licenciado obras em violação do Plano Director Municipal.  Sousa Gomes terá passado por cima de indicações dos técnicos da autarquia licenciando obras em zonas onde a construção não era permitida.

O ex-autarca foi absolvido do crime relacionado com o Centro Cívico de Fazendas de Almeirim.

Sousa Gomes terá ainda que pagar 2500 euros a uma instituição de solidariedade do concelho de Almeirim.

O antigo presidente da Câmara não assistiu à leitura da sentença, uma vez que está internado em Lisboa, depois de no sábado ter sido transportado para o hospital pelos bombeiros de Almeirim.

Neste processo era também arguido um engenheiro civil, Manuel Agudo, que foi condenado a 140 dias de multa e ao pagamento de dois mil euros por dois crimes de falsificação de documentos.

.