“Monstro” apanhado no Tejo por pescadores da Azeitada (C/VÍDEO)

José Fernando Rabita e mais três amigos, residentes na localidade de Azeitada, retiraram das águas do rio Tejo um siluro, também conhecido por peixe-gato, com 33 quilos e 1,55 metros.

José Rabita estava a pescar à rede quando sentiu um peso enorme na mesma e foi aí que chamou os seus amigos para ajudarem a tirar o peixe gigante dentro de água.

Já não é a primeira vez que animais desta espécie e desta envergadura são retirados nas águas do rio Tejo, apesar de nos últimos tempos, algumas associações ambientalistas, terem alertado para o facto desta espécie estar a invadir alguns rios portugueses, causando problemas a nível do equilíbrio dos ecossistemas.

Isto porque o peixe-gato gigante é um predador nato, que come praticamente tudo o que lhe aparece pela frente, o que pode colocar em risco outras espécies de peixes que vivem e se reproduzem em águas nacionais.

Alguns especialistas alertam ainda para o facto do siluro ser potencialmente perigoso para os banhistas em praias fluviais.

.