Namorados podem injetar 100 mil euros na economia

Depois do sucesso da iniciativa da oferta das rosas em 2015, a Câmara Municipal de Almeirim vai oferecer  a flor e com a CVR Tejo alarga-se aos vinhos Rosé do concelho. Os restaurantes aderiram e esperam injetar milhares de euros na economia local.

À semelhança do ano passado, a Câmara Municipal de Almeirim está a promover os restaurantes do concelho para os festejos do Dia dos Namorados, a 14 de fevereiro. A iniciativa este ano é em conjunto com a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo, que tem sede em Almeirim. Vão ser oferecidas rosas e um copo de vinho rosé das adegas do Concelho.

Espera-se que o impacto nos restaurantes de Almeirim possa variar entre os 75 mil e os 100 mil euros, podendo servir perto de cinco mil jantares neste dia.
Pedro Ribeiro, Presidente da Câmara, diz que “na continuidade do que tem sido feito, nós vamos dar um mimo para dar um estímulo à nossa restauração. Temos 2200 rosas para distribuir, esperando ter perto de cinco mil pessoas a jantar no concelho”.
A grande novidade para 2016 é a parceria com a CVR Tejo que vai distribuir um copo de vinho rosé aos casais que forem jantar aos restaurantes aderentes.
Luís Castro sublinha que “como a Câmara já tinha a iniciativa de oferecer rosas, surgiu a ideia de também se oferecer um copo de champagne de vinho rosé das Adegas do Concelho de Almeirim”. Adianta o Presidente da CVR Tejo que vão existir balcões à porta dos restaurantes que aderiram a servir aos casais o vinho numa iniciativa inédita e que complementa a entrega da rosa.
Ainda a propósito desta matéria, o Governo vai baixar o IVA da restauração de 23% para 13%. Se a comida será alvo da redução, as bebidas vão continuar a estar sujeitas à taxa normal do IVA, ou seja, a 23%.
O Executivo não descarta, contudo, a descida do IVA nas bebidas, mas será feita de forma faseada e já não será este ano. Quando os clientes forem a um restaurante ou a uma pastelaria terão duas taxas de IVA na sua factura (tal como acontece por exemplo nas farmácias). Enquanto a refeição é tributada a 13%, as bebidas como a cerveja, o sumo ou o café vão manter a taxa de 23%.
.