Pampilho ao Alto 3

Em ressaca de Carnaval aqui vai um pouco do humor genuíno, proporcionado pelas figuras típicas da nossa praça. O ti Zé, nascido nas Fazendas, ali se fez velho sem jamais ter percorrido distância maior que uma ida a Almeirim. A Santarém apenas foi uma vez. O seu mundo era a sua horta, o seu cão e o seu burro. Obrigado a ir à escola quando já menino homem, jamais aprendeu fosse o que fosse para além de saber que a letra que estava ao pé da égua era um E, e a que estava ao pé da águia era um A, isto, no antigo livro da 1ª classe, onde tantos de nós aprendemos a ler. Quanto a mulheres, o ti Zé queria vê-las longe, pois a única aventura que tivera, (com uma barroa que tinha vindo para vindima) deixou-o depenado de finanças.
O cão do ti Zé, numa madrugada, atirou-se às galinhas da vizinha e limpou três. Instado a pagar o prejuízo o ti Zé recusou. A coisa deu para o torto e acabou em Tribunal. Chegado o dia da audiência, o ti Zé, sentado no banco dos Réus, todo encolhido, lá pensava mal da vida dele. Entraram na sala, o Sr. Juiz, e os restantes elementos do tribunal, e o ti Zé nem deu sinal de vida. Nisto o Sr. Juiz, bateu com o malhete na mesa, e então o ti Zé lá olhou para cima. Diz o Sr. Juiz: levante-se o Réu! O ti Zé nem se mexeu, apenas olhava desconfiado para aquele gajo ali vestido como um Padre; o Sr. Juiz voltou a dizer: levante-se o Réu! E o ti Zé continuou sentado. Então, o Sr. Juiz já agastado com a situação ergueu-se da cadeira, apoiou as mãos na secretária, fixou o ti Zé nos olhos, e com voz severa e forte disse: levante-se o Réu! O ti Zé continuou sentado e apontando com um dedo indicador para o peito, perguntou ao gajo da bata como os Padres: quem? Eu? Respondeu o Sr. Juiz com um bocejo; “não sou eu”! O ti Zé, já aliviado, pensando que Réu era o da bata como os Padres respondeu de imediato: ah, pensava que era eu! Eu até nem me chamo Réu! O Juiz, e todos os presentes não conseguiram evitar uma sonora gargalhada, pois um cromo daqueles jamais havia passado pelo Tribunal.

 

Ernestino Tomé Alves
Advogado

.