Eleições adiadas. Subsídios da Câmara em risco. Dívidas … muitas dívidas e até carros fantasma

As eleições no HC Os Tigres estão adiadas para 13 de maio, depois de no dia 10 de maio se realizar uma reunião de associados para aprovar as contas de 2015, ficando em gestão Luís Batista e Anabela Dias. Estas são as principais decisões da Assembleia Geral (AG) desta noite, 14 de abril, que contou com a presença de 24 sócios.

Durante pouco mais de uma hora, os sócios falaram da situação financeira do clube destacando a necessidade de saberem o real estado do clube, nomeadamente os processos em tribunal.

José Salvador lançou um repto à atual direção par revelar os casos em tribunal ao pormenor “custe a quem custar”. Luís Batista mostrou-se disponível e adiantou que quando pegou no clube “não tinha noção que estava assim tão mal. A situação agora está um pouco melhor”.

Vítor Bezerra, que chegou a pertencer a uma comissão administrativa, referiu que descobriu “coisas que envergonham qualquer pessoa”.

Luís Batista, Presidente em exercício, detalhou depois que quando pegou no clube existia um problema que impedia a participação do clube em provas, as dividas à Federação ascendiam a 13 000 euros, à Associação 11 000 e ainda pagaram uma multa de sete mil euros, por inscrever uma equipa à sexta, jogaram ao sábado, mas os documentos só chegaram à federação na segunda.

Agora, afirma ainda Luís Batista há uma divida de 1600 euros à Associação, 900 euros à federação por taxas dos seniores, mas têm um crédito de 3700 euros da deslocação aos Açores.

Em declarações a O Almeirinense, Anabela Dias confirmou ainda a existência de carros registados nas finanças em nome do clube que ninguém sabe onde estão e que dizem respeito a anteriores mandatos.

As contas têm que ser ratificadas nos próximos dias por um Revisor Oficial de Contas e passarem em Assembleia para que os subsídios da autarquia não serem também suspensos, pois o regulamento obriga a entrega dessa documentação.

Manuel Godinho que se tinha demitido e tinha prometido esclarecer a demissão na Assembleia não marcou presença.

.