Caminhada juntou centenas contra os maus tratos na infância (c/vídeo)


A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Almeirim (CPCJ) realizou no passado sábado, dia 16 de Abril, uma caminhada contra os maus tratos na infância.

Dois grupos, um partindo do Parque da Zona Norte e o outro do Centro Cultural de Fazendas de Almeirim, juntaram-se junto ao LIDL de Almeirim  e dai caminharam em conjunto até à Praça Lourenço de Carvalho (Parque das Laranjeiras) onde os participantes de Almeirim, Fazendas de Almeirim realizaram um laço humano gigante. Um gesto simbólico alertando para a necessidade urgente de combater este flagelo que anualmente mata dezenas de crianças em Portugal. A iniciativa é realizada no âmbito da campanha nacional Laço Azul, à qual a CPCJ de Almeirim, se associou pelo terceiro ano consecutivo. 

A Campanha Laço Azul (Blue Ribbon) nasceu em 1989, quando Bonnie W. Finney, uma avó atenta e preocupada, amarrou uma fita azul à antena do seu carro. A trágica história de maus tratos aos seus netos – um deles mortalmente espancado – levou Bonnie a alertar a comunidade para este flagelo da sociedade atual, utilizando o laço de cor azul como metáfora aos corpos espancados e nódoas negras resultantes das agressões. Esta campanha, que começou como uma homenagem desta avó ao neto, expandiu-se e, atualmente, muitos países usam as fitas azuis, durante o mês de abril, em memória daqueles que morreram como resultado de abuso infantil, como forma de apoiar as famílias, fortalecer as comunidades nos esforços necessários para prevenir o abuso infantil e a negligência. As fitas azuis correspondem a uma iniciativa de sensibilização e são uma oportunidade para nos lembrarmos da nossa responsabilidade coletiva e comunitária para a prevenção dos maus tratos.

.