Erro na convocatória adia eleições

A concelhia do CDS em Almeirim não teve eleições no passado dia 2 de abril, como chegou a estar marcado e foram agora remarcadas para o próximo dia 16 de maio.
O Jornal O Almeirinense sabe que na origem deste atraso terá estado um erro com as convocatórias, o que originou a impossibilidade de realização das eleições. Recorde-se que o CDS está sem presidente eleito desde a demissão de Nuno Duarte, tendo o vice-presidente e anterior líder da estrutura, João Vinagre, assumido a direção interina da concelhia. Ao que o nosso jornal apurou, também haverá um único candidato a apresentar-se a estas eleições. João Vinagre, que verá o seu mandato reconfirmado pela 4ª vez em Almeirim, está de regresso depois de ter “limpo” o registo. João Vinagre tinha atingido o limite de mandatos consecutivos e agora pode regressar à liderança do CDS e ter, novamente, um papel de maior relevo nas eleições autárquicas de 2017.
Uma fonte do partido garantiu mesmo a O Almeirinense que a liderança de Nuno Duarte “era provisória e para permitir, antes da eleições autárquicas, o regresso do antigo líder”.

.