CMA tentou segurar espólio de Vasco Graça Moura

A Câmara Municipal de Almeirim, após a morte de Vasco Graça Moura, conversou com a família para que o espólio ficasse em Almeirim.

O nosso jornal sabe que chegaram a estar mesmo em negociações adiantadas, mas com o aparecimento do interesse da Universidade do Porto foi impossível fechar o acordo. A Universidade terá feito uma proposta irrecusável à família que assim estabeleceu a parceria, não sendo possível à autarquia ter capacidade para competir. Ao que O Almeirinense apurou ainda a proposta irrecusável não diz respeito a dinheiro, tem a ver com a valorização da obra e de estudo, tendo em conta que a universidade tem um conjunto vasto de técnicos .

Pelo lado da família de Vasco Graça Moura, as questões colocadas nunca se prenderam com dinheiro, foram sempre a forma de dar visibilidade e as condições com esta parceria são outras.

Recorde-se que a família de Vasco Graça Moura deu por assinado, com a Faculdade de Letras da Universidade do Porto, o contrato de depósito, em regime de comodato, que estabelece por 25 anos renováveis, a incorporação nesta academia, da sua biblioteca e arquivo pessoal.

.