ACT e GNR identificam 25 trabalhadores em Paço dos Negros

No âmbito de uma campanha especialmente dirigida para o combate ao trabalho não declarado e verificação das condições de trabalho na colheita de «frutos vermelhos» iniciada em maio passado em vários locais do distrito de Santarém, e por iniciativa do Centro Local da Lezíria e Médio Tejo da Autoridade para as Condições do Trabalho, em colaboração com o SEF e a GNR, foi realizada no passado dia de 15 de junho, na localidade de Paços dos Negros, Almeirim, uma visita inspetiva identificando um total de 25 trabalhadores de duas empresas.

Nesta ação, realizada numa localidade onde existiam fortes indícios da presença de trabalhadores não declarados e trabalhadores estrangeiros em situação irregular, foram identificados numa empresa, pertencente à própria proprietária agrícola,8 trabalhadores, dos quais quatro romenos totalmente não declarados, e, numa outra empresa prestadora de serviços, foram identificados 17 trabalhadores, 16 nepaleses e umdo Gana, todos em situação ilegal no nosso País.

Embora o processo ainda não esteja concluído a ACT da região concluiu que serão levantados por esta Autoridade pelo menos quatro autos de notícia, sem prejuízo da atuação do SEF relativamente às questões relacionadas com a imigração ilegal.

Para além de 19 inspetores da ACT de vários serviços locais, de 16 do SEF e quatro militares da GNR, esta ação inspetiva de 15 de junho.

.