Dicas para o seu animal de companhia

Uma higiene cuidada da pele e do pêlo do seu animal de estimação é muito importante. É aconselhável dar banho ao seu animal de estimação, tendo sempre em conta o tipo de pêlo e pele e a raça do mesmo. Para esses banhos é importante que utilize um champô específico e adequado ao seu animal e que a temperatura da água não seja inferior à temperatura corporal. Deve secar muito bem o seu animal. É também importante que evite o contacto do champô com os olhos do animal e a entrada de água nos ouvidos.
No entanto, banhos demasiado frequentes podem fragilizar a pele do seu animal e torná-lo mais susceptível a problemas do foro dermatológico ou alérgico.
A escovagem periódica dos cães e dos gatos ajuda a retirar o pêlos mortos e algum pó do pêlo, ajuda a prevenir a formação de nós e promove também a renovação pilosa. Além disso, permite muitas vezes tornar os banhos menos frequentes.
Os hábitos de higiene próprios dos gatos (os gatos “lavam-se”) tornam menos necessários os banhos nesta espécie. No entanto, pode dar banho ao seu gato, sendo que para isso é aconselhável habituá-lo nos primeiros meses de vida, quando ele está na etapa socialização e por isso mais receptivos a todas as novidades.
Os animais de estimação só devem tomar após estar completo o plano vacinal.
Outro fator importante na higiene do seu animal de estimação é a higiene oral. A falta má higiene oral e consequente acumulação de placa bacteriana e tártaro nos dentes do seu animal pode causar inflamações nas gengivas – gengivite- e até mesmo destruição dos tecidos que sustentam a dentição – doença periodontal, bem como halitose.
Pode prevenir estas situações escovando frequentemente os dentes do seu animal (neste caso deve ser utilizada uma pasta apropriada para o efeito) e utilizando barras comestíveis especialmente formuladas para a higiene oral dos animais. O tipo de alimentação tem também uma enorme importância na saúde oral. Caso o seu cão ou gato já tenha alguma acumulação de placa bacteriana pode sempre optar por fazer uma destartarização recorrendo para isso a um Médico Veterinário.
Quando se fala em higiene não nos podemos esquecer da higiene dos ouvidos do nosso animal, de forma a prevenir o aparecimento de otites. O canal auditivo deve estar sempre limpo, arejado e seco. Deve ter especial cuidado nessa limpeza e utilizar sempre produtos indicados pelo seu Médico Veterinário.
É importante ainda salientar a importância de manter os locais que o seu animal frequenta sempre limpos e desinfectados. Isto será uma mais-valia para a sua saúde e dos que o rodeiam.

 

Inês Pedroso – Médica Veterinária
Clínica Veterinária Campos de Almeirim

.