Almeirinense marca ao poderoso Real Madrid

O Sporting entrou a querer mandar no encontro da 5.ª jornada da UEFA Youth League, frente ao Real Madrid. Foram os leões a chegar mais vezes junto da baliza de Luca Zidane, apresentando boa capacidade de circulação e pressionando a saída de bola dos espanhóis. Numa altura de ascendente positivo para os visitados, Sergio Diaz acabou por remar contra a tendência da partida. A passividade defensiva revelou-se letal para os orientados de Tiago Fernandes, que se viram em desvantagem quando atravessam um bom período ofensivo.

A partir do momento em que o Sporting CP se viu em desvantagem, a experiência dos jogadores do Real Madrid veio ao de cima. Muito fortes na posse de bola, tiraram a iniciativa ao adversário, incapaz de voltar a assumir o seu estilo de jogo. Sempre que a equipa de Gutiérrez Hernández, mais conhecido por Guti, impunha uma maior velocidade no ataque, criava problemas aos verdes e brancos, pouco agressivos sobre o portador da bola. Nesta competição, a formação mais displicente costuma sofrer consequências e foi isso que aconteceu aos 38’. Manu Hernando teve tempo de visar a baliza leonina por duas vezes, sendo que na primeira ainda viu Pedro Silva travar-lhe a investida. De cabeça, o número 5 dos ‘blancos’ aumentou a vantagem no marcador, complicando significativamente a tarefa do Sporting. Antes do intervalo, Pedro Marques teve nos pés a melhor oportunidade dos leões, mas acabou por rematar à figura depois de se desenvencilhar do opositor directo.

Dos balneários voltou um conjunto leonino com maior agressividade e rapidez de processos. Rafael Leão viu Luca Zidane ‘roubar-lhe’ o golo após uma excelente combinação no corredor esquerdo protagonizada por Pedro Ferreira e o número 7 verde e branco. Impressionante, a forma como o guardião do Real Madrid consegue evitar o 2-1. Minutos depois, o mesmo Rafael cabeceou à barra, intensificando a pressão do Sporting CP. Como se costuma dizer: cheirava a golo e ele apareceu. Aos 69’, Daniel Bragança estava no sítio certo para corresponder da melhor forma à assistência de Pedro Ferreira, já depois de Pedro Marques ter falhado na cara de Luca.

A avalanche atacante dos leões viria a sofrer um duro golpe. Duas más abordagens na zona do meio-campo permitiu um contra-ataque rapidíssimo do Real Madrid que só terminou no 3-1 a favor dos visitantes, por intermédio de Franchu (73’). O lance que terminou com as esperanças leoninas na partida poderia ter posto em causa a participação do Sporting, mas o resultado entre o Borussia Dortmund e o Legia Varsóvia sofreu um revés no tempo de compensação, altura em que os polacos chegaram à igualdade.

Recorrendo à calculadora, fica fácil perceber que o conjunto de Tiago Fernandes depende apenas de si para seguir em frente na UEFA Youth League quando falta uma jornada para terminar o grupo F. Ora, com seis pontos, mais um do que os alemães, resta ir à Polónia e ganhar.

“Não foi o resultado que queríamos mas ainda está tudo em aberto! Está mais perto que nunca só resta uma final”, disse o jogador almeirinense, Daniel Bragança.

Fonte: Sporting.pt

 

.