Cordão de protesto em Paço dos Negros

A Academia Itinerarium XIV da Ribeira de Muge vai promover um cordão humano em torno do Moinho do Fidalgo no âmbito das iniciativas do Dia dos Moinhos Abertos, no próximo dia 8 de abril às 17h e 9 de abril às 18h.

Com efeito, estando patente no Moinho do Fidalgo, durante a iniciativa, uma exposição sobre os Moinhos de Vento do Oeste, este cordão surge em solidariedade com a iniciativa levada a cabo no Alto da Pinhôa (Lourinhã), pela organização do Dia dos Moinhos Abertos naquele lugar, e que pretende chamar à atenção dos problemas dos moinhos de uma forma geral, e dos de vento de uma forma particular, a saber:
Urbanismo mal planeado ou sem planeamento, com construções em torno dos moinhos, que limita os corredores de vento.
Crescimento florestal desenfreado com espécies invasoras e de rápido crescimento (como o eucalipto).
Abandono dos engenhos, conduzindo à sua degradação.
Reconstruções irresponsáveis, sem o conhecimento técnico adequado.

A Academia Itinerarium XIV lançou um convite todos os interessados a integrar este cordão.

.