“Uma consciência carregada de pensamentos positivos”

É lugar comum afirmar que investir na educação é apostar no futuro. Se esta é uma proposição verdadeira do ponto de vista da sociologia da educação, também
o é na perspetiva das neurociências e do amadurecimento do cérebro humano. A verdade é que o sistema nervoso se desenvolve na sequência de uma sucessão de acontecimentos biológicos, programados geneticamente, mas também de outros fatores do ambiente.

A este respeito devemos referir a importância dos aspetos nutricionais, dos sensoriais, das experiências sociais  e dos relativos à aprendizagem. É sobejamente conhecida a comparação que é feita entre o cérebro e os músculos corporais.

O que dá conta da robustez que é possível alcançar através da estimulação e exercitação dos mesmos.
Para o desenvolvimento harmonioso das crianças devemos referir dois pilares base. São eles o “amor” propiciador de segurança, auto-estima adequada e emoções positivas e o “limite” promotor de respeito pelos demais e de regras sócio-culturais. Estes são importantes para um crescimento equilibrado, desde a mais tenra idade e para disponibilizar energias facilitadoras de aprendizagens e aquisições cognitivas. O exercício físico equilibrado e adequado à criança; o domínio das expressões, de que é exemplo o treino de um instrumento musical; a aprendizagem de uma segunda língua; a exercitação encarada de uma forma lúdica (o jogo é a melhor forma de levar à compreensão) são boas maneiras de apoiar o desenvolvimento das conexões entre os neurónios (células que compõe o cérebro) e de promover uma infância feliz, rica e estimulante.

Também uma alimentação adequada à idade, rica em nutrientes mas dentro de limites nutricionais e a promoção de um dia-a-dia estimulante em atividades,
contextualizado por uma envolvente securizante, ajudam a criança a crescer com um cérebro e uma organização psicológica robustos.

Por fim, devemos aqui referir o papel do diálogo que permite à criança contextualizar o que se passa à sua volta e a sua inserção em ambiente positivo, propiciador de pensamentos de capacidade e sensações de gratidão e energia.

Para cuidar do psicológico e prevenir doenças psíquicas deve-se manter, sempre, uma consciência carregada de pensamentos positivos. Dia 01 de junho
celebrámos o dia mundial da criança. Bem hajam todas as crianças. Consciencializemos o papel que, enquanto adultos, temos como educadores. Seja pela
promoção de atividades estimulantes, seja pelo exemplo que lhes propiciamos através das nossas ações.

.