Almeirinenses vencem concurso de programação na Universidade

Três almeirinenses e um outro aluno da universidade consagraram-se vencedores num concurso de programação. Foi no passado dia 19 de maio que André Ip, André Simões, João Rui Freire e Nuno Sousa receberam a notícia que tinham ficado em 1º lugar no Code It Challenge.

Code It foi um desafio proporcionado pelo Núcleo de Engenharia Eletrotécnica e Computadores (NEEC) da Faculdade Nova de Lisboa em parceria com a KPMG e a Outsystems. Este desafio consistia na resolução de uma solução a um dado problema, os participantes tiveram de desenvolver uma aplicação web ou mobile, de tema livre, que enderece uma qualquer ideia que possa fazer a diferença nas nossas vidas. O desafio consiste em fases: primeiramente os participantes aprenderam o básico para trabalhar com a plataforma da Outsystems que lhes era fornecida, em seguida deu-se 7 dias de resolução do problema em que os participantes realizaram um vídeo e apresentaram a sua aplicação a um grupo de júris das empresas em parceria com o núcleo.

Com o 1º lugar, cada elemento ganhou um drone + cheque Fnac no valor de 125€ a dividir pelos 4 elementos + vouchers para uma certificação em Outsystems.

André Ip pensa que o principal objetivo “foi o facto de ter a possibilidade de ganhar um certificado que será uma mais valia para o futuro” este certificado só seria possível se estivessem inseridos numa empresa. Os vencedores tiveram o privilégio de interagir com sócios das empresas parceiras, o que para André Ip acaba por ser “o abrir imensas portas no futuro.”

João Rui Freire afirma que a maior dificuldade “foi conciliar os estudos com a semana do concurso, pois ambos exigem bastante empenho, mas eu queria conhecer a aplicação.” Segundo João Rui esta aventura “permitiu melhorar o meu desempenho enquanto programador e na minha opinião aprendi algo que se calhar na minha licenciatura não ia adquirir que é o gosto pessoal de atingir algo no mundo real que parecia uma impossibilidade”.

Já Nuno Sousa tem a opinião de que “se não fosse um trabalho de equipa este seria um desafio bem maior do que o que realmente enfrentámos, porém acho que apenas aprendemos os básicos da plataforma e eu gostaria de desenvolver um pouco mais nessa vertente, a falta de tempo também foi um fator que influenciou bastante no nosso projeto.”

Os três almeirinenses desenvolveram um motor de busca de eventos, e essa aplicação foi considerada muito bem executada e com um grande valor de criatividade e foi por essa mesma razão que que venceram este desafio.

.